Estudo do YouTube mostra que crianças estão ‘a três cliques’ de conteúdo explícito

121321058

Crianças que assistem a videoclipes de programas como “Vila Sésamo e “Peppa Pig” no YouTube estão a em média três cliques de distância de conteúdo adulto explícito veiculado no site, o que inclui nudez e violência, de acordo com uma pesquisa.

Um estudo divulgado como parte do Dia da Segurança na Internet, terça-feira (5), constatou que imagens explícitas estão disponíveis para crianças que assistem a vídeos extraídos de programas infantis populares.

Em um dos casos, o usuário do YouTube estava a apenas dois cliques de distância de um clipe que mostra um parto, partindo de um vídeo de “Vila Sésamo”, afirmou a companhia de segurança na computação Kaspersky, que conduziu a pesquisa. A lista de vídeos recomendados, exibida na barra direita da página ao lado do vídeo que está sendo assistido, oferecia um caminho que conduz a conteúdo explícito, constataram os pesquisadores.

Um estudo separado envolvendo 24 mil jovens constatou que 27% das crianças entre sete e 11 anos e quase metade dos jovens entre os 11 e os 19 anos haviam encontrado algo que consideram “doloroso ou desagradável” online nos últimos 12 meses.

A pesquisa vai sublinhar as crescentes preocupações quanto à falta de proteções robustas para as crianças no ciberespaço.

PROTEÇÃO

O ministro britânico da Criança, Edward Timpson, disse que “sabemos como é importante que os jovens fiquem seguros e que contem com apoio no seu uso da internet, e que os pais possam confiar em que seus filhos estão protegidos contra conteúdo prejudicial”.

“Já demos passos importantes para tornar o acesso à internet menos perigoso para as famílias, e continuaremos a trabalhar com o setor, com os pais e com os jovens para criar uma internet ainda mais segura no futuro”, afirmou.

O estudo da Kaspersky sobre o YouTube oferece diversos exemplos que mostram que crianças estão a entre dois e quatro cliques de conteúdo possivelmente reprovável, no mais popular site mundial de vídeo. Em um caso, um vídeo musical que mostrava armas e continha palavrões estava a dois cliques de um clipe do Rastamouse, para quem seguisse as listas de vídeos sugeridos do YouTube.

“É preocupante perceber o quanto é simples para uma criança encontrar vídeos com conteúdo adulto no YouTube”, disse David Emm, pesquisador sênior de segurança da Kaspersky Lab.

O YouTube dispõe de um modo de segurança que pode bloquear conteúdo indevido, por exemplo material pornográfico ou comentários obscenos. O Google admite que o recurso de segurança não tem “100% de precisão” porque depende em parte de que usuários classifiquem os vídeos como inapropriados, para que o sistema funcione.

SÓ MAIORES DE 13

Como o Facebook, o YouTube recomenda que o site só seja usado por usuários com pelo menos 13 anos de idade. Mas as duas empresas reconhecem que não há como garantir que isso aconteça.

A pesquisa entre 24 mil jovens, conduzida pelo UK Safer Internet Centre, constatou que mais de um terço das crianças de sete anos de idade e 45% dos jovens entre os 16 e 19 anos afirmam não ter sido instruídos sobre como preservar sua segurança online.

Emm, da Kaspersky, disse que a pesquisa sobre o YouTube destaca o potencial perigo de permitir que crianças usem a internet desacompanhadas. “A facilidade de acesso a conteúdo inapropriado na internet é parte do debate mais amplo sobre o possível controle ou censura da internet”, disse.

YOUTUBE E  ‘SERIEDADE’

Um porta-voz do YouTube afirmou que “encaramos com muita seriedade a segurança em nossa plataformas, e trabalhamos em estreito contato com organizações de caridade, outras empresas do setor e instituições governamentais para proteger os jovens”.

“O YouTube oferece diversos recursos a pais e educadores, como um currículo online e ferramentas como o modo de segurança, que os pais podem usar para filtrar conteúdo e comentários a que objetem”, disse o porta-voz.

Alguns provedores de internet oferecem aos pais recursos para filtrar material inapropriado, a exemplo de vídeos violentos ou pornográficos, como modo padrão de operação. A BT, maior provedora de acesso à internet no Reino Unido, conta com controles de proteção familiar capazes de filtrar conteúdo do YouTube e bloquear sites inapropriados. O pacote HomeSafe, da TalkTalk, é usado por 460 mil dos cinco milhões de assinantes do provedor.

fonte:folhaonline

Anúncios

Veja pacotão de dicas para facilitar sua vida no computador

Cerca de 90% dos usuários de internet nos EUA não conhecem o atalho Ctrl+F, para achar palavras em um documento, segundo o pesquisador do Google Dan Russell.

Em conversa com o jornalista Alexis Madrigal, do “Atlantic”, Russell disse que, em estudos de campo, já passou horas vendo pessoas em suas casas lendo um documento grande por inteiro, “tentando achar o resultado que estão procurando”.

“No fim eu lhes digo ‘deixe-me mostrar um truquezinho aqui’, e muito frequentemente as pessoas dizem ‘não acredito que desperdicei tanto tempo da minha vida!’.”

Veja abaixo uma seleção de dicas tão úteis quanto o Ctrl+F (Command+F no Mac e Ctrl+L na versão brasileira dos aplicativos do Microsoft Office).

11249727fonte: folhaonline

Windows 7 chega às lojas amanhã para apagar fiasco do Vista

09295116Chega amanhã às lojas do mundo inteiro o Windows 7, o novo sistema operacional da Microsoft.

Uma de suas missões é expurgar as nódoas que o antecessor, o malfadado Vista, deixou na reputação da empresa.

As novidades do Windows 7 vão desde os novos recursos de segurança até aquelas aparentemente banais –como os papéis de parede multicoloridos desenhados por vários artistas.

Com a pecha de pesado e problemático, o Vista, lançado em 2006, foi preterido por muitos usuários em favor da versão anterior, o Windows XP, introduzido no distante ano de 2001.

A expectativa da Microsoft é que, com o lançamento do Windows 7, as pessoas finalmente atualizem seus sistemas operacionais -hoje ecoa nos ouvidos da empresa um agradável uníssono da mídia especializada em tecnologia, que, em sua maioria, fez avaliações bastante positivas do novo sistema.

Ainda assim, até o sempre efusivo e autoconfiante executivo-chefe da empresa, Steve Ballmer, está cauteloso. “O feedback dos testes [do Windows 7] foi bom, mas o feedback dos testes do Vista foi bom. Estou otimista, mas é ver para crer”, disse à Bloomberg.

O site Technologizer fez uma minuciosa retrospectiva (bit.ly/bomvista, em inglês) de textos publicados à época do lançamento do Vista -a maior parte deles elogiosa ao hoje malvisto sistema.

0929445

Netbooks

Um dos trunfos do Windows 7 é sua afinidade com os netbooks, laptops ultraportáteis de baixo custo cujas vendas seguem em crescimento exponencial. Diferentemente do Vista, exigente demais, o Windows 7 funciona bem nessas maquininhas com capacidade reduzida de processamento.

Em diferentes versões, o Windows domina 92,77% do mercado mundial de sistemas operacionais, seguido por Mac OS X (5,12%) e Linux (0,95%), segundo a Net Applications.

No Brasil, os preços do Windows 7 vão de R$ 329, pela edição Home Basic, até R$ 669, pela versão Ultimate.

Por: folha online(caderno informatica)

assinatura_blog

Arquivo “.RAR” Dividido Em Partes

Olá,

Dentre vários e-mails que recebo diariamente (meu muito obrigada 😉 ), tento elencá-los para responder a cada um… mas realmente falta tempo.

Um me chamou a atenção pois realmente não havia comentado aqui no BLOG LUCIANACOSTA, sobre arquivos rar divididos.

Vamos então a nossa pauta de hoje (atendendo Aos e-mail´s sobre o assunto). Usufrua, galera e espero ter colaborado.

Para quem faz o download através dos links do Megaupload, Rapidshare, EasyShare etc, que são disponibilizados em partes, terá que fazer o seguinte:

1º Passo – Download

Faça download de TODAS as partes

Download de Todas as Partes

2º Passo – Organize arquivos

Coloque todas as partes do arquivo na mesma pasta (os arquivos são todos .RAR)

3º Passo – Verifique o nome dos arquivos.

Os links estão no megaupload e rapidshare, então se você baixa uma parte de um e uma parte de outro, pode ser que na hora de salvar, o nome não fique igual caso você baixasse tudo de um só lugar. Então deixe todas as partes com o MESMO NOME, ficando diferente apenas o final de cada um. Exemplo:

Arquivos RAR
Neste Caso Temos:

Lost s04e02 hdtv.xvid-2hd.part1.rar
lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part2.rar
lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part3.rar
lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part4.rar

Nesse caso, se tentarmos descompactar este arquivo irá dar erro…. renomeamos os arquivos para que todos ficasse iguais, exceto pelo final (part1, part2, part3 e part4):

lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part1.rar
lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part2.rar
lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part3.rar
lost.s04e02.hdtv.xvid-2hd.part4.rar

4º Passo – Descompactar

Clique no aquivo Parte 1 e mande descompactar com o winrar (clique com o botão direito sobre a primeira parte e depois clique em “Extract Here” ou “Extrair Aqui”.

Descompactar

O próprio programa se encarrega do restante). No final do processo aparecerá o arquivo do video (.RMVB ou .AVI)


Se você não tiver o WinRAR, faça o download e instale na sua máquina.
Clique aqui para fazer o download do programa!!

fonte: diogocatapreta

:: LUCIANA COSTA ::

Windows XP ainda em 71% dos PCs corporativos

10309-windowsxpMais de dois anos depois do lançamento do Windows Vista, o Windows XP ainda domina os PCs em empresas na América do Norte e Europa. O Windows Vista parece que finalmente “começou a destronar o Windows XP” como sistema operacional escolhido para PCs corporativos, de acordo com um novo relatório da Forrester Research publicado em 30 de Janeiro.Mas o relatório, baseado em uma pesquisa com 962 tomadores de decisão em departamentos de TI, não faz muito para melhorar a imagem do Windows Vista no mercado. O trecho abaixo foi retirado do relatório:“Os tomadores de decisão nos departamentos de TI não estão completamente convencidos a migrarem para o Windows Vista. Nós descobrimos que 15% deles planejam ignorar o Windows Vista e migrar para o Windows 7 pouco depois de seu lançamento. 22% ainda não tem planos definitivos para implementação do Windows Vista e 6% nem sabem quais são seus planos”.

 

 

33764-1O Windows XP chegou ao
mercado originalmente em 2001

“Quando perguntados especificamente sobre seus planos para implementação do Windows Vista, quase 1/3 respondeu que já iniciaram o processo, com 26% citando planos para iniciar ainda este ano”, de acordo com o relatório.Se formos comparar, o Mac OS X está em 3% dos PCs corporativos, o Windows 2000 (com suporte padrão e estendido já encerrados) em outros 10% e o Linux está em 2%. O Windows XP ainda está em 71% dos PCs corporativos na América do Norte e Europa.

 

msn TECNOLOGIA

:: LUCIANA COSTA ::