10 coisas que você não sabia que seu iPhone pode fazer

Confesso que eu não conhecia parte deste recursos! Testei alguns e adorei!

Só fiquei na dúvida com relação ao “modo avião” p/ carregar a bateria.., no sentido de degradar vida da bateria, entende?

E você sabia destas manhas no Iphone?

1. Fazer um código de acesso com letras, em vez de apenas números

– Vá em Configurações > Geral > Código de Acesso
– Desative a configuração que diz “Código de acesso simples”
– Uma tela vai aparecer pedindo para que você mude o seu código de acesso, com um teclado QWERTY completo.

Na próxima vez que você desbloquear seu telefone, o teclado vai aparecer, em vez de apenas o numérico.

2. O Siri pode ler os seus e-mails em voz alta (apenas para mensagens em inglês)

Diga ao Siri “read my email” (“leia meu e-mail”) e ela obedecerá. Você ouvirá o nome do remetente, a data/hora da mensagem e o assunto da mensagem. Você também pode instruir “read my latest email” (“leia meu último e-mail”) ou perguntar “Do I have email from [person]?” (“Eu tenho e-mail de [nome da pessoa]?”)

3. Ver a hora e o dia em que uma mensagem foi enviada

Imagem

Apenas deslize os balões com as iMessages e irá aparecer o indicador com a hora e dia que a mensagem foi enviada.

4. Saber quais aviões estão sobre sua cabeça

Pergunte ao Siri “What flights are above me?” (“quais voos estão acima de mim?”) ou apenas diga “planes overhead”(“aviões em cima”) e ela irá mostrar um quadro com todos os aviões e os números dos voos, com suas altitudes e ângulos.

5. Balance o seu iPhone para deletar um texto

Você mudou de ideia sobre o que acabou de digitar? Balance o celular e uma caixa de “desfazer a digitação” vai aparecer. Se você mudar de ideia logo após clicar em desfazer, pode balançar o celular novamente e verá a caixa para “refazer a digitação”.

6. Visualize facilmente uma versão mais detalhada do calendário

Vire o seu celular para o modo horizontal quando estiver no app do calendário, para ver uma versão mais detalhada dos compromissos.

7. Use o seu telefone como um nivelado

Imagem

Deslize o app da bússula para a esquerda e você terá acesso a um nivelador.

8. Tire um conjunto de fotos de uma única vez

Imagem

Ao segurar o botão de disparador da câmera, automaticamente você ativa a função que tira várias fotos de uma única vez.

9. Adicione vibrações personalizadas

No aplicativo de contatos, você pode ativar diferentes padrões de vibração para diferentes contatos; isso é bom para quem mantém o celular no bolso, então você poderá distinguir – sem usar as mãos – entre uma mensagem de texto ou um e-mail do seu chefe.

10. Coloque o telefone no modo avião e ele vai carregar duas vezes mais rápido

Imagem

Ótima solução para quem precisa carregar o celular rapidamente em um bar.

fonte: administradores

Compare os sistemas Android, iOS e Windows Phone

Dissecamos os sistemas operacionais móveis do Google, da Apple e da Microsoft. Leia uma introdução sobre eles e veja quais se saíram melhor em diferentes atividades.

12124891

12124892

12124893

ANDROID
Com visual renovado, o canivete suíço do Google deixa de ser um robô e fica mais humano

De uma hora para outra, todos os aparelhos com Android 2.3 (Gingerbread) parecem ter vindo de um passado distante. É que a evolução do design do sistema na versão 4 (Ice Cream Sandwich) é de impressionar. Os ícones, muito mais bonitos, flutuam em telas com visual suave, linhas finas e menus transparentes.

Quase todas as tarefas ficaram também mais rápidas, por serem acessadas em menos cliques –às vezes, em caixas de diálogo suspensas, não em novas janelas. Até o novo teclado responde melhor ao toque e conta com um sistema eficiente de predição de texto.

Com a maturação do Android, vale ressaltar a integração cada vez maior entre os aplicativos. O desenvolvedor de um software para colocar fotos em redes sociais, por exemplo, não tem mais aquele pudor de oferecer ao usuário o upload para um serviço concorrente, como o Picasa ou o Flickr.

 

IOS
Depois do toque, a voz: a Apple não cansa de mudar o jeito como você usa um celular

Quem diria que o pai da touchscreen como a conhecemos hoje encabeçaria, de novo, a tentativa de uma revolução na maneira de interagir com um smartphone? E que usaria, para isso, algo que nunca funcionou direito: comando de voz? O Siri é a grande novidade do iOS, por conseguir analisar o contexto das frases e responder a perguntas como “meu voo de São Paulo a Curitiba será cancelado?”.

Mais uma evolução está no uso dos lembretes geolocalizados (o celular pode avisá-lo sobre uma reunião quando estiver no escritório ou lembrar-lhe de colocar o feijão para cozinhar assim que você abrir a porta de casa).

Porém o sistema continua engessado nas funções de redes sociais. Ele se integra somente ao Twitter e, em todos os outros casos, depende dos aplicativos específicos, como o do Facebook.

WINDOWS PHONE
Com elegância minimalista, o sistema da Microsoft organiza o caos das redes sociais

Passear pelos menus e aplicativos do Windows Phone é como folhear uma revista. Pela concepção visual, respeitada na maioria dos programas, tudo parece fazer parte do mesmo projeto gráfico –com lajotas animadas na tela inicial e navegação fluida, sempre instigando o movimento do dedo na horizontal. Fontes, cores, disposição dos elementos: tudo demonstra um tremendo bom gosto.

A maior inovação do sistema, no entanto, talvez esteja em como ele integra às ferramentas sociais. O ícone Eu, na página principal, funciona como um hub das suas redes (Twitter, Facebook, LinkedIn e, claro, Windows Live). Até a central de games Xbox Live aposta em compartilhamento –no caso, das conquistas em jogos no PC, no videogame ou no celular.

Quais os defeitos? A busca nativa é somente pelo Bing, da Microsoft, e o navegador é muito mais lento que os de iPhone e Android.

12124894

Saiba como um smartphone pode facilitar a sua vida

Eles são rápidos, desfilam telas gigantes, oferecem câmeras respeitáveis e podem guardar muitos arquivos.

O que deixa o seu telefone inteligente, porém, são os aplicativos. A diferença entre o aparelho apenas fazer ligações e ser uma máquina multiuso são esses pequenos programas, normalmente baixados em lojas virtuais, conhecidos como apps.

Com eles, o telefone pode se tornar, por exemplo, navegador GPS, roteador, afinador de instrumentos e até auxiliar de preparação física. Se você usa e-mail, navegador de web e redes sociais, provavelmente também faz isso por meio de aplicativos.

12124889

Assim, a presença de apps já é um dos principais motivos para quem deseja comprar um smartphone no Brasil. A gigante das telecomunicações Ericsson anunciou uma pesquisa no último dia 17 que mostra essa tendência.

Entre os entrevistados de Brasil, Rússia e Índia, 33% apontaram os aplicativos como razão para ter um celular inteligente. Ficaram atrás apenas do acesso à internet, citado por 43%.

A popularidade dos programas também é refletida nos números das lojas virtuais. A consultoria Gartner estima que, no período que teve início no começo de 2008 e vai até o final de 2014, serão feitos 185 bilhões de downloads de aplicativos. De acordo com a empresa, os apps tiveram receita mundial de US$ 15,1 bilhões só em 2011.

Em março, a Apple, que popularizou o comércio de aplicativos para celulares ao lançar a App Store, em 2008, atingiu a marca de 25 bilhões de downloads. Ela tem um catálogo de 500 mil apps.

Para quem é novo no mundo dos smartphones, vale ficar atento, pois cada loja de aplicativos está atrelada a um sistema operacional.

A App Store só vende para aparelhos com iOS. O Google Play, que tem uma oferta de 450 mil títulos, é para celulares que rodam Android. O Marketplace (70 mil apps), da Microsoft, é voltado para usuários de Windows Phone.

Existem também a BlackBerry App World (60 mil apps), ligada aos telefones da RIM, e a Nokia Store (30 mil apps), para os aparelhos da marca que usam Symbian.

Por outro lado, os aplicativos trazem novos problemas aos usuários. Eles gastam muita bateria dos aparelhos e podem consumir dados de internet rapidinho. Com o fim dos planos ilimitados das operadoras, o consumidor pode ser surpreendido quando a conta do 3G chegar.