Depois do LinkedIn, vírus conhecido como Zeus ataca celulares

A empresa de segurança Fortinet descobriu uma modificação do vírus Zeus, responsável por ataques à rede social LinkedIn e por um rombo de 900 mil dólares em um banco da Inglaterra. Batizado de Zitmo (Zeus in The Mobile), a variação agora ataca celulares.

O método do ataque é conhecido como Html Injection. O criminoso implanta um formulário em algum site que o usuário frequente, com campos como número e modelo do celular. De posse do número ele então envia um SMS com o vírus à vítima, devidamente adaptado para o sistema operacional do aparelho (Symbian, Blackberry OS, etc).

A Fortinet diz que o Zitmo supervisiona todas as mensagens de texto e intercepta aquelas enviadas por instituições bancárias. Com as informações, os criminosos são capazes de movimentar contas e aprovar transações bancárias sem que a vítima tenha conhecimento. Para evitar a infecção, a recomendação é não responder SMS ou preencher formulários de origem desconhecida.

fonte: folha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s