Gravadoras desistem de processar internautas

SÃO PAULO – A indústria fonográfica decidiu abandonar a política de processar usuários que fazem downloads de músicas protegidas por direitos autorais, reportou o Wall Steet Journal.

Segundo o jornal, a RIAA (Recording Industry Association of America) está buscando meios mais eficazes de combater a prática nos Estados Unidos. Desde 2003, a associação processou mais de 35 mil pessoas, incluindo mães e seus filhos adolescentes.

Críticos alegam que a estratégia não só teve pouco resultado prático, como também prejudicou a imagem da indústria fonográfica.

O grupo está apostando em acordos preliminares com provedores. A idéia é alertar por e-mail usuários que compartilham músicas online de que ele está cometendo uma infração. Depois dos alertas, o provedor pode cortar o acesso à internet do “infrator”. A RIAA não revelou com quais provedores está negociando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s