As 12 fraudes eletrônicas de Natal

Lista divulgada pela empresa de segurança McAfee mostra quais são as doze maiores preocupações que os internautas devem ter no final do ano.

A expectativa para este Natal nas lojas online é bastante agressiva. De acordo com o e-bit, é esperado um faturamento de 1,5 bilhão de reais no setor entre o dia 15 de novembro e a próxima quarta-feira, 24 de dezembro. Se o número se confirmar, teremos um crescimento de 55% em relação em 2007.

O aumento no número de compras atrai mais dinheiro, mas também aumenta a possibilidade de ataques de cibercriminosos, interessados em pegar os mais desavisados. Foi a vez da empresa de segurança McAfee anunciar seu guia de melhores práticas para não correr riscos em navegar.

Confira quais são as 12 principais preocupações que os internautas devem ter:

1. Fraude de phishings filantrópicos
Entidades costumam incentivar as pessoas a pensarem no próximo em períodos de festas, enviando e-mails que solicitam doações. Segundo uma pesquisa de opinião realizada recentemente pela McAfee, cerca de 30% dos americanos planejam fazer doações pela internet neste ano.

Crackers se aproveitam para enviar phishings filantrópicos, com mensagens eletrônicas falsas que parecem ser de instituições reconhecidas, como Cruz Vermelha e Exército da Salvação, confundindo e levando os internautas a sites programados para roubá-los.

Normalmente, esses sites são bem elaborados, repletos de conteúdo gráfico profissional e argumentos que visam deixar o leitor com sentimento de culpa. Os layouts dos sites fraudulentos costumam ser uma cópia dos originais. Para se certificar que a página é legítima, digite diretamente no browser o endereço do site oficial da instituição em vez de clicar em qualquer link enviado por e-mail.

2. Fraudes bancárias por email
O cenário de crise financeira deve ter reflexos negativos neste Natal. Segundo a McAfee, 95% das pessoas economizarão nos presentes. Isso gera um cenário propício para que criminosos lucrem com o saldo das contas bancárias dos consumidores, enganando-os com o phishing.

As instituições financeiras são o principal alvo desse tipo de fraude. De acordo com o Anti-Phishing Working Group, no primeiro trimestre de 2008, entre 92% a 94% dos phishings estavam relacionados a serviços bancários. São aqueles e-mails que solicitam dados bancárias, como nome completo e senha.

É importante nunca fornecer detalhes da conta em resposta a uma solicitação por e-mail. Fraudes eletrônicas como essa têm como objetivo roubar dinheiro de correntistas e o clima de festividade tende a fazer com que as pessoas tornem-se mais vulneráveis a esses golpes.

3. Cartões virtuais temáticos
Dados da McAfee mostram que a maioria das pessoas não considera os cartões virtuais perigosos. No entanto, eles carregam várias ameaças virtuais, especialmente no final do ano.

Um golpe que se tornou popular em 2007 foi o do cartão virtual de Feliz Ano-Novo, que na verdade era um chamado cavalo-de-tróia. Quando a pessoa clicava no link dessa mensagem, era encaminhada a um site malicioso que baixava um software no computador do usuário responsável por monitorar aquilo que ele fazia em sua máquina.

Para identificar um cartão virtual falso, é importante observar se há erros de digitação, remetentes desconhecidos e URLs incomuns. Também não se deve abrir links vindos de uma fonte não identificada.

4. Cobranças falsas
Nessa época do ano, amigos e familiares costumam comprar e enviar presentes pela web. Cibercriminosos se aproveitam disso para levar roubar os dados de consumidores. Por exemplo, o internauta recebe um e-mail dos Correios dizendo que ele recebeu uma encomenda de um parente. Este e-mail pode funcionar como phishing ou cavalo-de-tróia, caso seja aberto pelo usuário.

A McAfee alerta que não se deve abrir nenhum anexo de origem desconhecida. Na dúvida, vale dar uma telefonada para o suposto destinatário para confirmar. Detalhe: o nível de personalização tem se sofisticado cada vez mais. Quem não tem um tio ou primo “Zé” na família? É assim que os criminosos atuam.

Por isso, é importante manter o software de segurança sempre atualizado, pois eles costumam detectar e eliminar esse tipo de malware do computador do usuário.

Continuação…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s